segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Melanzane in salsa di funghi: Itália também é Atkins com berinjela e funghi seco

Bom dia pessoal, eu morei por cinco anos na Itália, aprendi a cozinhar muitas coisas, mas lá se come muito carboidrato, tanto nos risotos, quanto na pasta (macarrão). Tenho saudades do sabor mediterrâneo na mesa, foi assim que inventei esse prato, com a intuição que adquiri na Itália. Ficou um prato muito saboroso que acompanhou uma Anchova assada maravilhosa.
O funghi seco é fácil de achar nas casas de produtos naturais, o ideal é que seja o porcini, ele é encontrado nos grandes supermercados, mas ele é mais caro. Existe um similar, (que eu usei e comprei no mercado de peixe mesmo) ele é mais fácil de achar que é vendido com o nome de "funghi". Os cogumelos como o shiitake não tem esse sabor acentuado do porcini ou similar, então eu não aconselho. O funghi é pobre em carboidrato, para esta receita foi utilizado 50g, que corresponde a 0,5g de carboidrato o que torna essa iguaria ideal para a nossa dieta. O molho que sobrar (e vai sobrar, pq rende bastante) você pode usar para rechear panquecas, omeletes ou mudar o gosto do velho alface!!!




Ficha da receita...



Um pouco mais sobre os cogumelos...

Poucas são as pessoas que conhecem os tipos e as propriedades deste fungo, que pode proporcionar um sabor especial em algumas preparações e torná-las muito mais nutritivas.
Os cogumelos são classificados como fungos, ou seja, são plantas que não podem obter energia por meio da fotossíntese, extraindo então os seus nutrientes do húmus.
No Brasil, podemos encontrar os seguintes tipos de cogumelos: champignon de Paris, hiratake, shimeji, shiitake, funghi secchi, agaricus blazei e agaricus brasiliensis, conhecido como cogumelo do sol e outros.
O tradicional champignon, utilizado em preparações como o strogonoff tem um sabor suave, já o shimeji e shiitake utilizados em preparações japonesas, possuem sabor mais forte. O funghi secchi é o cogumelo seco, de origem italiana e é muito usado em risotos e molhos.
Possuem quantidade elevada de proteínas e uma quantidade pequena de gordura, e por isso podem participar da alimentação de quem deseja eliminar peso.
Com relação às vitaminas, eles fornecem: vitamina B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), vitamina C (ácido ascórbico) e vitamina D.

O cogumelo Porcini (foto acima) é um cogumelo muito famoso, consumido principalmente na Europa. Robusto, seu píleo (chapéu) varia de 7 a 30 cm e seu estipe (talo) de 8 a 25 cm de altura, com até 7 cm de diametro, bastante grande se
 comparado ao píleo.
Quando maduro chegam a pesar 1 kg, porém os Porcinis apreciados por gourmets, são os mais novos.
Seu sabor é adocicado descrito como proximo à nozes e sua textura é lisa e cremosa. O Porcini é consumido cru, refogado com manteiga, com massas,
sopas e muitos outros pratos.
A versão seca tem esta aparência (foto abaixo), o similar é encontrado um pouco mais escuro.

Algumas marcas famosas já comercializam o funghi nos grandes supermercados, mas são caros. O funghi seco similar é encontrado por 8 reais cada 100g.


Nenhum comentário:

Postar um comentário