terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Aprendendo com os Esquimós

Boa dia amig@s,


Vocês sabem que eu sou uma curiosa incurável, sendo assim, estou sempre em busca de novas informações. Há algum tempo conheci o blog Primal Brasil, e hoje trouxe uma matéria bem interessante que encontrei lá. Mas, antes gostaria de falar do Caio Fleury, um dos autores do site. Ele é um querido (e muito gato, heheh) que foi morar "nos estrangeiros" e estudou a dieta Paleolítica. Trouxe ao Brasil as ideias, já bastante difundidas pelo mundo, sobre a dieta dos nossos ancestrais. Lançou o livro "A dieta dos nossos ancestrais" que tem muitas semelhanças com a dieta do Dr. Atkins, isto que dizer, prioriza a ingestão de proteínas e gorduras, e restringe o consumo de carboidratos da alimentação. Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas assim que cair nas minhas mãos, vou trazer mais detalher para vocês. A pergunta é: será que vou trocar de dieta? hehehhe, não sei... mas estou sempre aberta ao novo. Espero que vocês também se permitam a cada dia aprender, assim como eu. Por enquanto, fiquem com alguns trechos do artigo: 

Caçadores - Coletores: esquimós.

 Esquimós gozavam de perfeita saúde e vigor físico
 
Os esquimós são grupos de uma tribo indígena que ocupam regiões árticas do Alaska, Canadá e Groelândia. Eles são um dos exemplos de saúde e qualidade de vida entre outras tribos tradicionais (caçadores-coletores) que consomem praticamente só carnes, sendo a maior parte provenientes de diversos mamíferos, como ursos, aves, leões marinhos e focas.




São um exemplo perfeito de adaptabilidade do ser humano à climas extremos, que implica em frio e falta de vegetação. Seu estilo de vida único nos oferece muitas informações a respeito dos limites do nicho humano. Muitos pesquisadores, entre eles Weston Price, estiveram fascinados pela excelente saúde gozada por eles, pois exibiam uma arcada dental excelente sem indícios de cáries, vigor físico e alegria. Segue um trecho da Nutritional and Phisical Degeneration: “ Em seu estado primitivo eles eram um exemplo de excelência física e perfeição dental, de forma que dificilmente foi visto por outras raças no passado.

Estamos também profundamente interessados em saber a fórmula de sua nutrição para que assim possamos aprender o segredos que irão não somente ajudar o infeliz homem moderno, conhecido como raça civilizada, mas também irão nos fornecer meios para os ajudar a se preservarem”.



 Os esquimós consumiam em média 75% de sua dieta como gordura, aproximadamente 25% proteína e 0% de carboidratos. Consumiam a parte mais gorda do animal, sendo assim o perfil da gordura consumida por eles era em torno de 35% a 40% saturada, 50% a 55% monoinsaturada e 10% polinsaturada (a maioria vinda de ácidos graxos DHA, EPA Omega 3).

 Assim como todas as culturas tradicionais (caçadores-coletores) a taxa de Omega 6 para Omega 3 é excelente, já que consumiam muitos peixes de água fria, os quais possuem uma relação Omega 6: Omega 3 em torno de 1:18, além de consumirem animais selvagens os quais possuem proporção ideal 2:1. As crianças são amamentadas até os 3 anos de idade e comem alimentos sólidos
 (carnes) desde o nascimento.

Como a maioria dos sociedades tradicionais não há nenhum sinal de doenças crônicas e degenerativas entre eles, como por exemplo doenças cardíacas, câncer e Alzheimer, que representam pelo menos 90% das doenças acometidas pelas sociedades ocidentais. Eram fisicamente robustos e ativos, não há sinal de obesidade como em qualquer cultura tradicional, ao invés disso, eles são magros e definidos, apesar do rosto redondo e aparência corpulenta causada pelo uso de roupas de lã. Longevidade extrema é bem conhecida entre eles, apesar de não contarem suas idades.



Um dos principais contra argumentos a respeito de seu vigor físico, apesar do alto consumo de gorduras, é de que eles precisam consumir muita energia (calorias), pois seus corpos gastam muito mais energia do que povos que vivem em outros climas para se manterem aquecidos. Este argumento é facilmente desmistificado pelas evidências de inúmeras tribos que consomem mais de 70% de calorias vindas de animais e gorduras.
Muitos americanos e europeus no começo do século 20  ficaram intrigados com a possibilidade do homem ocidental conseguir viver uma vida saudável apenas consumindo carnes e nenhum vegetal, então mandaram exploradores  para viver 1 ano entre os Esquimós. Para o espanto dos médicos da época, eles se mantiveram saudáveis por todo período e não mostraram nenhum sinal de deficiência alimentar, muito pelo contrário, segundo seus relatos nunca se sentiram tão bem e saudáveis, emagreceram ao ponto de ficarem esbeltos e fortes e inclusive mostraram
vontade de continuar seguindo a dieta.
(...)


Conclui-se que as evidências sobre os Esquimós e outras tribos tem muito o que nos ensinar. Esta é minha opinião sobre o assunto: seres humanos ou algumas outras espécies são capazes de sobreviver à climas extremos. Seres humanos em geral (como demonstrado por outras tribos) são capazes de viver de forma saudável sem incidência de doenças seja câncer, diabete ou cáries consumindo apenas carnes que tenham em torno de 65% a 70% de gorduras, pelo menos.
A verdade sobre os Esquimós e outras tribos é chocante para maioria das pessoas que seguem a dieta recomenda pela FDA (Food and Drug Administration) sem mesmo saberem o quê estão seguindo.

Caio Fleury


9 comentários:

  1. Jully muito boa a matéria, e realmente o cara é um gato kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Excelente matéria!,mas,nem pense em sair da atkins! hehehe. Por favor!.


    Ass: Fabiola Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabi, se eu migrar de dieta, vc vem junto comigo, hehehehe. bjs

      Excluir
  3. Nossa, se vc mudar de dieta então pra que o proposito do blog? Uma pessoa que le o brlog acredita que vc segue uma vida Atkins e deseja continuar assim pra ter feito o blog com o nome da dieta. Agora quem muda assim é piolho, se não esta feliz com a Dieta não deveria ter feito o blog com o nome da dieta. Falta de respeito a todos que Adoram a dieta e que fizeram dela a dieta eterna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara comentarista anônima,

      A dieta Atkins não é, para mim, nenhuma espécie de culto religioso, de modo que não me sinto obrigada a seguir eternamente um único preceito, ou uma única fé. O Atkins foi o precursor do estilo de vida low carb e eu tive - e ainda tenho - uma experiência muito boa com a dieta dele. Entretanto, o Atkins morreu há exatos 10 anos e a ciência avançou. Surgiram novos estudos e novas dietas low carb e eu não vejo motivo para não avançar em minha dieta, caso julgue pertinente.


      Este é um espaço de compartilhamento de receitas e de experiências. Não é um espaço de fanatismo ou de hostilidades - sobretudo hostilidades covardes, escondidas atrás de posts anônimos. Você tem o direito de discordar das coisas que penso e digo, mas não tem o direito de me desrespeitar em meu blog.

      Excluir
    2. O Dr. Atkins criou sua dieta a partir da dieta dos nossos ancestrais do período paleolítico e a adaptou a dieta de modo a incluir alguns alimentos neolíticos (pós desenvolvimento da agricultura), que possuem algumas características nutricionais semelhantes a dos nossos ancestrais do período paleolítico como por exemplo os laticínios. Dedico metade de 1 capítulo do meu livro ao Dr. Atkins. Seguir a dieta do Dr Atkins e ignorar, ou ser contra a dieta dos nossos ancestrais do período paleolítico significa negar os próprios princípios da dieta do DR Atkins, o que é no mínimo contraditório e uma prova de falta de conhecimento. Continue com o ótimo trabalha que está fazendo Jully.
      Segue um artigo sobre o Dr. Atkins: http://primalbrasil.com.br/vale-a-pena-conhecer/#comments

      Excluir
  4. Jully, você vai pro céu por ter paciência e educação com esse povo ignorante. Afff!

    ResponderExcluir
  5. A falta de informação e cultura de alguns seres humanos me entristece, como um ser pode afirmar que adora a dieta Atkins sem ao menos saber que esta, é baseada na dieta de nossos ancestrais, Atkins menciona isso em seu livro, quando cita alguns exemplos, em relação aos exageros de carboidratos consumidos, na antiguidade não sentia-se necessidade dos mesmos, e porque na atualidade deveríamos nos render a tal? Entende, meu caro? Acho que não! Nossa dieta, estilo de vida foi adaptada aos novos tempos, por Atkins é claro, mas não deixa de ser paleo, antes de fazer certas acusações, recomendo que leia, estude e aprenda, ao menos assim, não dirá besteiras!

    Jully adoro seu trabalho, e continue ajudando muitas pessoas, não permita que certos comentários de mal informados, apague seu brilho!

    ResponderExcluir