sábado, 26 de janeiro de 2013

Psyllium, muito mais que um suplemento.



Quando descobri o psyllium, fiquei encantada. Fiz algumas pesquisa e as propriedade desta planta já chamaram minha atenção de cara, mas, posso afirmar que o papel dela na culinária é muito melhor do que qualquer propriedade medicinal.
O psyllium é usado principalmente para combater a constipação intestinal. No entanto, nas receitas que utilizo o psyllium, ele tem papel de dar elasticidade às misturas (massas, bolos, etc), a famosa "liga".
O glúten também atua de forma semelhante, mas tenho três ressalvas em relação a ele.
 A primeira: se 1 a cada 600 pessoas no Brasil não pode comer glúten, será que ele faz bem?
A segunda: o fato de existir uma doença devido a esse alimento me faz pensar (Doença Celíaca).
E a terceira: o glúten deixa um sabor residual BEM desagradável!
Pessoal, não estou falando que sou contra o glúten, aliás, eu tenho ele em casa e utilizo em algumas receitas, só estou dividindo com vocês minha dúvidas.
 
 Algumas receitinhas com Psyllium aqui do blog...

Pizza Maria 
Sanduíche tipo Subway Atkins 
Calzone lowcarb
 Panetone de banana verde e amêndoas
Pão de farinha de banana verde




Mais informações:


 O efeito benéfico da ingestão de fibras solúveis é um fato amplamente conhecido. O Psyllium é uma fibra solúvel extraída de uma planta ( Plantago psyllium ou Plantago areana ou Plantago ovata). O Psyllium por ser rico em fibra do tipo solúvel possui uma enorme capacidade de reter água, a esta característica chamamos de capacidade hidrófila, que no caso do Psyllium a relação é para cada grama da fibra ocorre uma retenção entre 10 gramas de água. Por causa desta enorme capacidade de reter água, consequentemente o Psyllium forma um gel viscoso, capaz de ligar-se a moléculas tais como, proteínas e carboidratos simples (açúcares).

O Psyllium também foi estudado por RIGAUD et al. (1998) em relação aos seus efeitos sobre a saciedade em dietas de baixa caloria. No estudo verificou-se que pelo fato de ocorrer um aumento na viscosidade do alimento quando em contato com as fibras solúveis do Psyllium, reduz-se consequentemente a interação entre os nutrientes dos alimentos e as enzimas digestivas, e com isto também ocorre um retardamento na absorção de alguns substratos energéticos pelo intestino.

Outro importante efeito do Psyllium, refere-se a capacidade laxativa, uma vez que ele facilita a propulsão do cólon, bem como permite que as fezes tornem-se mais úmidas do que com outras fibras. Um estudo de MARLETT et al. (2000) verificou que o gel do Psyllium escapa da fermentação microbiana ao contrário do que ocorre com outras fibras viscosas.
  
O efeito do Psyllium sobre às doenças crônico-degenerativas, foi analisado em 2000 por ANDERSON et al. onde ocorreu uma suplementação de Psyllium por longo prazo (26 semanas) na dieta de homens e mulheres com hipercolesterolemia (colesterol alto ). O resultado foi um decréscimo de 4,7% do colesterol total e 6,7% do colesterol-LDL do grupo do Psyllium em relação ao placebo. Um outro estudo ANDERSON et al. foi realizado com homens com diabetes tipo 2 e hipercolesterolemia por 8 semanas, e neste estudo também a suplementação com Psyllium mostrou-se eficaz no grupo tratado com Psyllium em relação ao grupo tratado com placebo.





Fonte: http://pt.shvoong.com/medicine-and-health/nutrition/1658739-psyllium/#ixzz2J74ttCEa

8 comentários:

  1. Mto legal as informações!quando se compra ele vem em forma de farelo?e isto?!quando eu leio as receitas nos blogs atknianos,fico com vontade de estar aí no Brasil,nesta vilinha que eu vivo aqui na inglaterra,não se encontra nada!!a não ser farelo de trigo!!ou seja faço atkins,e não consigo fazer nada diferente para comer,ainda assim,vou inventando com o pouco que tenho disponível!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele vem assim, parece a casca de uma semente... Não conheço o comercio aktiano da inglaterra, mas vale a pena comprar aqui no Brasil e levar para ai.... bjs

      Excluir
  2. Jully:
    Primeiro quero externar a minha felicidade com o lançamento desse seu novo livro (já vou comprar o meu...). Parabéns por tornar nossa vida mais doce!
    Segundo: onde posso encontrar o Psyllium na net?
    Boa semana e bjocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Niedja,

      Obrigada pela confiança.
      Estou em contato com dois sites para que eles revendam, mas ainda não deram resposta. Eu compro na minha cidade, mas pela internet eu conheço esse site aqui: http://www.estacaodosgraos.com.br/graos/funcionais/psyllium.html
      Beijos

      Excluir
  3. Oi Jully! Adoro seu blog. Obrigada por dividir conosco suas descobertas!
    Tenho uma dúvida: podemos consumir o Psyllium na indução? Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Jully! Parabéns pelo seu blog! Eu estou confusa, tenho o problema do cólon irritável e tenho sempre que tomar um comprimido que contém cortisona para não ter diarreia. Será que se tomar psylium me vai ajudar a regularizar o intestino ou pelo contrário piorará...Qual é a sua opinião? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, acredito que apenas o médito poderia te orientar mesmo. Não faço ideia. Beijos

      Excluir