terça-feira, 3 de junho de 2014

Pizza low carb de couve-flor


Oiê minha gente.

Continuo firme e forte na dieta, e devendo muitos posts, mas estou na reta final do mestrado e fico muito culpada em dedicar tempo ao blog que poderia dedicar à dissertação. Quem segue pelo Insta pode acompanhar meu dia a dia alimentar, e perceber como anda minha dieta. Mas vou contar um pouco sobre o que tem acontecido. Bem, desde novembro de 2013 eu estava com a balança travada. Não só a balança, também não tive resultados significativos no ganho de massa. Isso é tão frustante, né? São 6 meses, é muita coisa. Alguém se identificou aí? Aí tem todo aquele papo, que balança não é importante, que o corpo precisa de um tempo pra se acostumar.... e todo aquele blá, blá, blá!!!! Sim, tem sua parte de verdade, mas depois de tannntooosss meses sem emagrecer, fazendo dieta low carb alguma coisa deve estar errado. E olha que eu mudo a dieta a cada dois meses... ou aumento carbos, ou diminuo as proteínas, justamente por causa do efeito platô. Mas queria chamar a atenção para uma coisinha que acho que deixei passar... Em novembro fiz exames de sangue e a médica disse que estava tudo bem. Mês passado fui em uma nutricionista funcional low carb/paleo (e mostrei meus últimos exames) e ela disse que eu estava naquele exame com infecção urinária. Gente, como a médica não viu isso???? Detalhe, em fevereiro, depois de uns 3 meses daquele exame fui parar no hospital achando que estava com pedra no rim (imagina a dor!!!) e na verdade estava com infecção urinária!!! Meu deus, tem tudo a ver, infecção urinária com dificuldade para emagrecer.... quem tiver, leia o capítulo do livro do Dr. Atkins, é um dos primeiros, que fala sobre isso. E eu, muito burra, sabia disso, mas não tinha ligado uma coisa com a outra. Precisa tratar a infecção, gente. Outra coisa que me deixou chateada, a médica disse que minha B12 estava boa.... A nutricionista disse que estava muito baixa!!!!!!!!! Ela é muito importante para a produção de serotonina (falta dela aumenta a vontade de doce, compulsão, depressão, sono ruim) e é muito importante para a memória também. E que o ideal era ficar acima de 500...A minha tava 250!! E olha que eu como muita carne... imagino que a falta de B12 tenha a ver com a microbiota intestinal... que acaba não absorvendo bem os nutrientes... Pode ser também pelo uso da caseína... por isso retirei ela da minha alimentação. Entramos com suplementação de B12 sublingual e tomo a noite antes de dormir, junto com a B12 tem também o 5HTP para me ajudar a dormir melhor. Por isso minha dieta foi estruturada pela nutri para fazer principalmente 3 coisas:
- Desintoxicar rins e fígado (com verduras roxas, brássicas, chá de hibisco e dente de leão. Tem um manipulado que tem chá verde e outras coisas na fórmula) 
- Restaurar a microbiota intestinal pra poder absorver os nutrientes dos alimentos (com banana verde, batata yakon e manipulado de prebióticos)
- Cuidar da infecção urinária (verduras e chás)

Gente, é muita coisa, muito detalhe, e estou adorando que alguém cuide disso tudo pra mim... Estava bem cansada de fazer o jogo da tentativa e erro com as coisas que lia. 

O que eu acho é que esse meu platô gigante pode ter a ver com tudo isso, principalmente com a infecção urinária... 

Pra resumir a história, de industrializado/refinado estou só com a sucralose (ainda não me livrei dela... é um outro passo) e com o whey Elite Primal, que é feito da proteína da carne (ao contrário dos outros que é da proteína do leite) mas que não tem caseína na composição e é rico em vitaminas do complexo B. TODO o resto é COMIDA DE VERDADE!!!!!

Como cheguei num peso "saudável" para o meu corpo, ele não entende que quero emagrecer mais... por isso além de fazer uma dieta low carb, a nutri também deu uma reduzida nas calorias diárias....(Baseado também no meu teste de bioimpedância).  Mas não tenho como dizer, pois as calorias variam, pois em dia de treino de musculação meu pré treino tem mais coisa: além do ovo e do gengibre, tem também 100g de batata doce, 1/4 de beterraba e yakon. E quando faço treino aeróbico de alta intensidade, meu pré-treino tem 1/2 xícara de mirtilos e 50g de banana. É complicado de explicar, pois tem essas variações de acordo com o gasto energético do dia. No pós treino tem basicamente proteínas, e fica assim: 2 ovos, gengibre e 1 dose de whey. 

Mas é como eu disse, é muito individual e foi feito na medida das minhas necessidades. Uma pena ser difícil  encontrar bons profissionais com essa visão low carb/paleo... 

Mas vamos ao que interessa, a receita da pizza... Ta rolando um congresso online de alimentação saudável. Eu assisti já da outra vez algumas palestras e agora também. É feito pelo Instituto Nacional Vida Saudável, e pode assistir de graça ao vivo. Ontem assisti a palestra do Rodrigo, "Como emagrecer de vez, alcançar seu peso ideal com sorriso no rosto". Ele tem o blog Emagrecer de vez. E compartilhou uma receita de pizza de couve-flor. Confesso que no começo da dieta tentei fazer uma pizza de couve flor, mas não gostei do resultado. Essa é diferente daquela que eu tentei fazer, e por isso arrisquei... Que bom que arrisquei... pois eu achei ela MUITOOO boa e fácil de fazer. Pra mim, o único problema é que vai queijo e por enquanto eu cortei os laticínios. Mas como eu queria testar e não sou neurótica e nem tenho intolerância a lactose, fiz com queijo mesmo e comi. Na cobertura coloquei bemmm pouquinho e na massa diminuí do que ele sugeriu. Mas nos finais de semana, a gente não precisa ser tão rigoroso, né? Pelo menos eu tenho aprendido que o equilíbrio é a melhor solução. Só mais uma coisa, eu uso muito orégano fresco, se encontrarem pra vender provem, vale muito a pena pelo sabor... sobre a pizza usei ele fresco... 

Ingredientes para a massa:
1/2 couve flor crua
1 ovo
50g de queijo ralado de pacote
1 colher de sobremesa de orégano seco
Sal e pimenta a gosto



Preparo:
1. Pique a couve flor com uma faca e leve ao processador até ficar parecido com uma farinha.
2. Acrescente o ovo, o queijo, o orégano, o sal e a pimenta.
3. Misture bem até ficar uma massa homogênea.
4. Coloque a mistura em um refratário redondo untado com azeite de oliva (eu coloquei naquela base de silicone para assar, não precisa untar)
5. Leve ao forno (180 graus) por 20 a 30 minutos, ou até ficar uma casquinha dura por cima.
6. Retire do forno e coloque o recheio a gosto (fiz com molho natural de tomate, queijo, atum e orégano)
7. Leve ao forno novamente (com dourador ligado) até derreter o queijo. 


Espero que tenham gostado... Um grande beijo a todos!!

9 comentários:

  1. Jully deve ter ficado uma delicia me tira um duvida voce fala em processador mas pode ser no liquidificador porque não tenho o processador.bjus

    ResponderExcluir
  2. Jully deve ter ficado uma delicia me tira um duvida voce fala em processador mas pode ser no liquidificador porque não tenho o processador.bjus

    ResponderExcluir
  3. Ola July, nos mande o contato dessa nutricionista, e tao dificil encontrarmos profisisonais assim! Vlw!
    Gesika

    ResponderExcluir
  4. Oi Gesika,

    O contato dela é:

    Gisele Pagliarini Silva
    Nutricionista CRN-10 / 2484
    Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional
    Pós-graduanda em Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa


    Clínica MedCorps
    Av. Rio Branco, 1116 - Centro - (48) 3024-4200
    Clínica Vital Vida
    Rua Pastor Willian Richard Schisler Filho, 452 - Itacorubi - (48) 3024-0085
    Clínica Aguirre - Estreito
    Rua Liberato Bittencourt, 1914 sl 306 - Ed. CCS - Estreito - (48)3348 5934


    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Jully, se não se incomodar em responder: quanto é a consulta com ela?
    obrigada,
    Paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não me importo. A primeira consulta custa 150,00 e as demais são 120,00. Com direito a um retorno a cada consulta. Abços

      Jully

      Excluir
  6. Adorei a receita.
    Será que com brócolis tb fica bom?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lívia, acho que para quem gosta de brócolis deve ficar bom. Mas será uma pizza verde, né? Beijão

      Excluir